Yoga adaptado à gravidez: antes, durante e depois

  • 8
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  
    8
    Shares

São seres humanos, futuras mães, portadores de outros seres humanos.

Chegam num estado especial e gostamos de os tratar de forma também especial. Porque não existe maior responsabilidade do que transportar uma vida em si. Vida dentro da vida.

Vêm luminosas, carregadas de felicidade, mas por vezes também de dúvidas, de incertezas. Gostamos de lhes mostrar que são capazes, que trazem consigo a maior e mais nobre causa. E que mesmo por vezes desempregadas, com menor eficácia profissional, com a casa mais desarrumada, com a mobilidade reduzida, continuam tão ou mais válidas do que qualquer outra mulher.

Gostamos de as ajudar a perceber que a maternidade lhes irá ensinar a compreender o seu próprio percurso familiar. Que quando usufruída de forma consciente, será uma espécie de renascimento. Que a comunicação com o feto começa muito cedo, muito antes de ter o bebé nos braços. Que é possível manter a tranquilidade num momento tão crucial como é o do parto. Que se devem rodear do que é belo e que elas próprias são belas, muito belas!

Quando os bebés nascem, muitas vezes voltam. Transformadas, renovadas, num novo estado. Gostamos também de as ajudar a encarar esses novos desafios. Apercebem-se o quão importante teria sido se tivessem preparado a gravidez antes dela acontecer. E passam para o segundo desafio. Bem hajam, portadoras de Vida!

Gravidez: antes, durante e depois

A gravidez é um momento único. Como processo de desenvolvimento de um ser humano, merece ser acompanhado de forma especial. Durante a gestação a Mãe já actua como uma espécie de educadora. Uma educadora “celular”, dado que o seu comportamento e o que ela pensa ou sente, influenciará o bebé. A prática das técnicas de Yoga durante a gravidez transmite à Mãe a noção que a mente é cúmplice do corpo e vice versa.

No entanto, não existe Yoga para grávidas, existem técnicas de Yoga adaptadas à gravidez. A grávida, não sendo um caso contra indicado para a prática de Yoga, é um caso especial (tal como a criança ou o idoso). Por isso, deve ser tratado como tal e acompanhado preferencialmente de forma individualizada, pois cada gravidez é uma gravidez.

Segundo uma pesquisa desenvolvida em 2014 pelo Dr. James Newham, da Universidade de Newcastle, existe uma relação directa entre a prática de Yoga durante a gravidez e a redução dos níveis de stress, diminuindo assim o risco de desenvolvimento de quadros de ansiedade e depressão. No mesmo estudo se refere: “Já sabíamos que a prática de Yoga podia ajudar a melhorar a saúde física da grávida. Esta nova evidência mostra que a prática traz também benefícios importantes para a sua saúde emocional. Seria positivo introduzir o Yoga no Serviço Nacional de Saúde. Talvez pudéssemos reduzir os custos dos cuidados de saúde pós natal. A ansiedade pré natal aumenta o riscos de nascimento prematuro.”

O que se aprende nas aulas

•Exercícios de alongamento e tonificação, visando, em outras áreas a zona pélvica

•Exercícios respiratórios

•Exercícios de relaxamento

•Visualizações

•Meditações

•Compreensão do próprio corpo e mente neste momento tão especial

Benefícios a nível físico

O corpo durante a gravidez muda constantemente. Este corpo “temporário” exige muito da mulher. O equilíbrio fica comprometido com a alteração do eixo. O aumento de líquido no organismo modifica a sua circulação. O aparelho respiratório e o aparelho digestivo ficam comprometidos pela compressão dos órgãos internos.

•As posturas de Yoga exercitam o equilíbrio

•Melhora da circulação sanguínea

•Alívio da prisão de ventre e flatulência

•Maior oxigenação

•Redução das dores na coluna

•Tonificação e alongamento da zona pélvica (suporte do peso, auxílio no parto, evitar a incontinência urinária)

Benefícios a nível mental

•Consciência do seu novo estado de Mãe

•Comunicação com o bebé

•Mentalização positiva

Benefícios a nível emocional

•Auxilio no controlo da flutuação das emoções e da preocupação excessiva

•Maior relaxamento